Governo do Estado do Espírito Santo
16/11/2018 17h38

Geovanna Santos brilha e fatura mais um ouro para o Espírito Santo nos Jogos Escolares da Juventude

O Espírito Santo ampliou seu número no quadro de medalhas no segundo dia dos Jogos Escolares da Juventude, em Natal, no Rio Grande do Norte. Nessa quarta-feira (14), o Estado conquistou um ouro com Geovanna Santos; uma prata e dois bronzes na ginasta rítmica, além de mais duas pratas na natação, chegando a 11 lugares no pódio até agora nesta edição da competição. No total, são dois ouros, cinco pratas e quatro bronzes.

O grande destaque não poderia deixar de ser Geovanna Santos. A ginasta de 16 anos, moradora de Vila Velha e estudante da Escola Estadual Agenor Roris, conquistou seu primeiro ouro na categoria individual juvenil, além de ter faturado a prata por equipe, ao lado de Vitoria Turial.

"Comecei a praticar ginástica rítmica com 6 anos, no projeto Campeões de Futuro do Governo do Estado em Pinheiros, onde nasci. Por causa do esporte, mudei com toda a minha família para Vila Velha, para poder me dedicar ainda mais à modalidade. E depois de participar de cinco edições dos Jogos Escolares, finalmente consegui chegar ao lugar mais alto do pódio. Jamais vou esquecer esse momento. É uma felicidade muito grande. E ainda consegui a prata representando a equipe capixaba", comentou Geovanna.

"Gostaria de agradecer muito ao Governo do Estado por ter me ajudado a chegar até aqui", completou ela, que também é contemplada pelo programa Bolsa Atleta.

No infantil da ginástica rítmica, as medalhas de bronze vieram nas categorias individual, com Lavinya Oliveira; e por equipe, com Amanda Rezende, Manuela Dias, Thais Lorencini, além da própria Lavinya, de 13 anos, moradora de Viana e estudante da Emef Adamastor Furtado. "Minha família é muito humilde. Então sempre tive muita dificuldade para treinar. Meus pais sempre me ajudaram muito. Por isso tudo, é muito gratificante conquistar essa medalha", disse Lavinya, outra ginasta que será contemplada pelo Bolsa Atleta.

Na natação, Felipe Gonçalves, que havia faturado o ouro nos 200m medley, na estreia da competição, voltou ao pódio, desta vez no segundo lugar, na prova dos 50m peito infantil. Lincoln Cunha, bronze no primeiro dia na prova dos 200m medley, também ficou com a prata, na prova dos 800m livre.

"Para muitos a prata é uma derrota. Mas para mim, é uma grande vitória", comentou Lincoln, de 16 anos, estudante do Colégio Americano Batista de Vila Velha, cidade onde reside. "Venho treinando sem parar há duas semanas. Superei concorrentes difíceis e ainda  consegui melhorar meu tempo em dois segundos", comemorou ele, que bateu a linha de chegada em 8m32s50.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard